Bons exemplos

Delta Forum destaca iniciativas bem-sucedidas de transformações urbanas

Exemplos das cidades de Medellin, Óbidos e Paracatu foram apresentados durante evento realizado nesta quinta-feira (25/11), em Belo Horizonte

Planejamento estratégico, desenvolvimento econômico e a transformação das cidades de Medellin (Colômbia), Óbidos (Portugal) e Paracatu (MG) foram alguns dos assuntos discutidos, nesta quinta-feira (25/11), no painel ‘Cidades em Transformação – 10 tendências que nenhuma cidade pode perder’, realizado durante a 2ª edição do Delta Forum – Encontro de Desenvolvimento Econômico para Lideranças e Territórios, na  capital mineira.

O painel foi mediado pela consultora e diretora da Garimpo de Soluções, Ana Carla Fonseca, que destacou as transformações dos municípios que incentivaram o desenvolvimento econômico local. Outros exemplos dessas mudanças ocorridas em cidades como, Londres e Paris, e também em terras brasileiras, como Recife, Caruaru e Santa Rita do Sapucaí, foram lembrados. A consultora destacou a importância da inovação e da criatividade como ferramentas para a reorganização e reestruturação dos territórios.

Da violência à inovação

Durante a apresentação do case de Medellin 'Da violência à inovação', o sócio gestor home capital Alejandro Franco falou sobre a metamorfose vivida pela cidade nos últimos 30 anos.

Com o título nada agradável de cidade mais violenta do mundo, recebido em 1991, Medellín se transformou em um dos lugares mais inovadores do planeta. Segundo Franco, para a cidade chegar ao ponto que está hoje foi preciso muito trabalho, criatividade e um planejamento estratégico robusto para resolver problemas estruturais e sociais.

Além da violência e da vulnerabilidade social, a mobilidade urbana era um outro entrave. A construção de escadas rolantes e de teleféricos ligando os bairros pobres, localizados na parte alta, ao centro da cidade, foi uma solução encontrada para amenizar o problema local. Essa intervenção também acabou se tornando um importante atrativo turístico de Medellín.

Educação como diferencial

O case de Óbidos, em Portugal, foi apresentado pela chefe de divisão em Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Óbidos e coordenadora da Óbidos Vila Literária, Paula Ganhão. Durante sua participação no Delta Forum, ela explicou como a pequena cidade medieval de 11 mil habitantes se reposicionou economicamente investindo no turismo cultural e na educação. Hoje, a cidade é conhecida como Vila Literária.

Valorização da identidade local

Já as mudanças ocorridas em Paracatu, no Noroeste de Minas Gerais, foram contadas pelo prefeito da cidade Igor Pereira dos Santos. Ele destacou os desafios que a cidade bicentenária vem passando com o fim da exploração mineral previsto para acontecer nos próximos 12 anos. De acordo com Santos, o município vem se preparando para diversificar sua matriz econômica, hoje muito dependente da mineração e do agronegócio.

O prefeito também destacou as vocações culturais, turísticas e gastronômicas do município e falou sobre o projeto de place branding, realizado em parceria com o Sebrae Minas, que pretende fortalecer a identidade local e potencializar os diferenciais de Paracatu em Minas Gerais e no Brasil.

 

Assessoria de Imprensa | Prefácio Comunicação

Henrique Ulhoa – (31) 99445-2460 | (38) 99100-8640

henrique@prefacio.com.br