Tendências do setor

Mais competitividade para a construção civil

2º Seminário BIM reúne especialistas em Belo Horizonte para discutir oportunidades e tendências do setor

A digitalização já é uma realidade na construção civil, mas ainda está distante da maioria dos pequenos negócios do setor. Uma das tendências nesse mercado é a adoção de um modelo virtual de gestão das informações geradas em uma obra, o chamado Building Information Modeling (BIM). Para discutir as aplicações dessa tecnologia à Construção 4.0, o Sebrae Minas promove no dia 26 de junho, em Belo Horizonte, o 2º Seminário BIM de Minas Gerais, com a presença de especialistas, lideranças, técnicos e outros profissionais que atuam no setor.

O evento, realizado em parceria com a Câmara Brasileira de BIM (CBIM), Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG) e Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip-MG), deve reunir cerca de 480 participantes no auditório do Sebrae Minas, mas vai alcançar um público estimado de mais de 3 mil pessoas por meio das transmissões online em diversos municípios.

Um dos principais benefícios do BIM é a possibilidade de simular uma edificação e entender todos os aspectos associados à sua execução, otimizando a gestão dos recursos e garantindo o cumprimento do projeto e seu cronograma. O modelo permite gerenciar todas as informações relacionadas a uma obra, favorecendo um planejamento eficaz e um monitoramento preciso. “O BIM otimiza os resultados operacionais e financeiros na construção civil, pela maior integração dos diversos processos de uma obra”, explica Jefferson Santos, analista do Sebrae Minas.

Para facilitar o acesso dos pequenos negócios ao BIM, o Sebrae promove diversas ações de capacitação e articulação com atores envolvidos na cadeia da construção. Além de cursos de introdução ao modelo e a parceria para a realização do Seminário BIM, que já é uma referência nacional no debate do tema, a instituição mobiliza universidades e órgãos governamentais para o atendimento às novas demandas do setor da construção.

“Estamos conversando com representantes de escolas de engenharia e arquitetura sobre a introdução do BIM nas grades curriculares, porque o mercado demanda profissionais que conheçam a fundo a solução”, informa Santos. Segundo ele, já foi formado um grupo de trabalho em Minas Gerais responsável pela discussão de ações nesse sentido.

Em outra frente, o Sebrae vem subsidiando o Governo do estado com informações para a criação de um plano para apoiar os municípios na elaboração de editais públicos para a contratação de obras. “O objetivo é encontrar caminhos para disseminar o BIM e preparar os pequenos negócios para atuarem de acordo com este modelo, tornando-os mais competitivos”, afirma Jefferson.

Adequação

A implementação do BIM não é apenas uma oportunidade para as empresas da cadeia da construção civil: será uma exigência. O projeto de lei 6.619/2016 propõe uma alteração na Lei 8.666, que estabelece normas gerais sobre licitações, para que todas as obras públicas sejam contratadas por esse método. Em 2017 foi publicado decreto do Governo Federal criando um comitê estratégico de Implantação da Tecnologia BIM no Brasil.

A indústria da construção em MG

As Micro e Pequenas Empresas (MPE) representam 99% do setor da construção em Minas Gerais, segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais/ 2015), do Ministério do Trabalho. Entre 2010 e 2015, o número de pequenos negócios na construção civil mineira aumentou mais de 48%, saltando de 26.275 para 39.089. Apesar da crise econômica que teve forte impacto sobre o setor, os pequenos negócios da construção geraram mais de 132 mil postos de trabalho em Minas Gerais em 2015, algo em torno de 7% do total de empregos formais no estado.

2º Seminário BIM de Minas Gerais
26 de junho
7h30 às 18h (o evento será transmito on-line)
Local: sede do Sebrae Minas – Av. Barão Homem de Melo, 329 – Nova Granada/BH
Informações e inscrição: sebimmg.com.br ou (31) 3072-3841.

Assessoria de Imprensa Sebrae Minas
(31) 3379-9271/9318/9275