Origem Minas

Pequenos que se juntam aos grandes e se tornam fortes

Empresas de pequeno porte recebem auxílio do projeto Origem Minas (Sebrae-Faemg) para firmar parcerias com gigantes do mercado

O projeto “Origem Minas” do Sebrae Minas, criado para valorizar, fortalecer e projetar o agronegócio mineiro nos mercados nacional e internacional, tem como clientela os produtores rurais de pequeno porte (não raro, agricultores familiares), micro e pequenas empresas (agroindústrias), cooperativas, associações e sindicatos.

Após se vincularem ao projeto, com participações em feiras e exposições, alguns estão ganhando mercado a partir de parcerias com grandes empresas. Um salto de qualidade para os representantes do agronegócio, setor que responde por 20% das empresas e por 1/3 do PIB em Minas Gerais. A seguir, alguns personagens desta nova realidade para quem nasceu pequeno e se agiganta aos poucos.

Alento Sorvetes
“Parceria é meu sobrenome”. Assim se define a empreendedora Talita Viza Dias, proprietária da Alento Sorvetes, de Belo Horizonte, que vem firmando algumas parcerias com empresas de segmentos aparentemente com nada a ver. Foi assim com a cultuada lanchonete A Pão de Queijaria, para quem fornece sorvete de pão de queijo (tem também produtos com queijo Canastra, do Cerrado e d´Alagoa, sempre em parceria com os fabricantes). Para a cervejaria Baker ela criou o “chocoporter”, sorvete feito a partir da cerveja Bravo. Outra deliciosa “esquisitice” é o bolo búlgaro, que não leva farinha e é comercializado na Deliceria, uma franquia nacional de guloseimas.

Assim, de parceria em parceria, Talita vai conquistando novos clientes e solidificando a marca. O impulso para o crescimento foi dado quando ela se vinculou ao Sebrae, em maio do ano passado. “Estava temerosa com a chegada do inverno, que abalaria nossas vendas e fui pedir auxílio ao Sebrae, que me associou ao projeto Origem Minas (que divulga e promove o agronegócio mineiro)”. A Alento cresceu 700% em 2015 e 2016. O mesmo percentual é esperado para este ano, que reserva outra novidade: a abertura da primeira loja física, em Belo Horizonte.
Contato: (31) 9 88121.7041 (Talita)


Rocca – Doce de Leite
A Rocca, fabricante de doces de Pouso Alegre, no Sul de Minas, é participante ativa das ações do Sebrae, sendo vinculada ao projeto Origem Minas (que divulga e promove o agronegócio mineiro), e presença constante nas feiras e exposições organizadas pela instituição. Foi em um destes eventos, o Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes, em agosto do ano passado, que ela iniciou conversações com dois grandes varejistas “gourmets” - Verdemar e Super Nosso. “Somente o Verdemar consome 14% da nossa produção. Com o Super Nosso, parceria mais recente, estamos promovendo ações periódicas de degustação que vêm dando bons resultados”, informa a empreendedora Rosi Barbosa, uma das sócias-proprietárias da Rocca.

A empresa fabrica, atualmente, 600 quilos de guloseimas, em potes de 420 e 50 gramas, e fatura R$120 mil por mês. O êxito da Rocca advém de alguns requisitos próprios de empreendedores de sucesso. A origem é um deles: a Rocca fabrica uma linha premium de produtos diretamente da fazenda, preservando o gosto e a tradição da culinária mineira. Outros fatores nunca negligenciados são os intercâmbios com o mercado e as ações de capacitação, ambos com a intermediação com o Sebrae. A associação ao Origem Minas se deu em 2015, mesmo ano em que iniciou sua participação (repetida nas edições posteriores) na Semana Internacional do Café (SIC), a megaexposição anual que acontece em Belo Horizonte. “Graças a esta parceria com o Sebrae conseguimos o que sozinhos jamais conseguiríamos”, reconhece Rosil. O grande objetivo agora é conquistar o selo SIF (Serviço de Inspeção Federal), que lhe permitirá comercializar além das fronteiras de Minas.
Contato: (35) 9 8825.8887 (Rosi)


Café das Amoras
Café também é o negócio do Felipe de Pádua, proprietário da micro-torrefadora Café das Amoras. A empresa, surgida em 2010, torrava uma saca (60 quilos) do grão por mês. Após vincular-se ao Origem Minas e, consequentemente, participar de eventos diversos, a produção foi crescendo. Hoje são torradas três sacas por semana. Os eventos que catapultaram a produção foram a SIC (2015/16), Festival de Tiradentes/16 e o Festival Fartura em Fortaleza e Porto Alegre, ambos também no ano passado.

“As ações do Origem Minas são bem afinadas com os nossos propósitos e fundamentais para o nosso posicionamento como empresa. Graças a ele, temos aproveitado novas oportunidades e captado novos clientes”, diz Felipe. Na SIC 2016, a Café das Amoras ampliou consideravelmente sua carteira de novos negócios após contatar clientes potenciais de todo o país.
Contato: (31) 9 98864.7774 (Felipe)

Assessoria de Imprensa Sebrae Minas – (31) 3379.9278

Tags: Agronegócios, Micro e Pequenas Empresas