Vencedora AGITA

Plataforma para locação de imóveis para universitários vence o AGITA Vale do Mucuri

Programa é uma iniciativa da Escola do Sebrae, Sebrae Minas e Sindcomércio de Teófilo Otoni

A startup Klouro, plataforma que visa proporcionar melhores experiências na locação de imóveis para os estudantes, foi a vencedora do AGITA Vale do Mucuri. Após três meses de capacitação, mentorias e acompanhamento dos negócios, o resultado foi conhecido no último dia 28, durante o Demoday realizado em Teófilo Otoni. O segundo lugar ficou com a Análise Certo, gestão para profissionais e equipes de trabalho, e em terceiro, a Diatech, solução para o gerenciamento do dia a dia do diabético. Os três projetos primeiros colocados receberão uma premiação em soluções do Sebrae para a continuidade do desenvolvimento dos seus projetos.

O AGITA é um programa de pré-aceleração de ideias de negócios da Escola do Sebrae, que já possui edições em diversas cidades do estado. A primeira edição no Vale do Mucuri foi realizada em parceria com o Sindcomércio Teófilo Otoni, com o apoio da INTO – Incubadora de Negócios de Teófilo Otoni, da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri (UFVJM) e da Certo Distribuidora.

Composta por cinco integrantes, a ideia da Klouro surgiu durante o Startup Weekend realizado em junho deste ano em Teófilo Otoni, quando a equipe ficou em segundo lugar e garantiu participação no AGITA. Bruno Vieira, 27 anos, estudante do 8º período de Ciências Econômicas da UFVJM, e CEO da equipe, explica o objetivo da plataforma. “ A ideia une pessoas que estão procurando lugar para morar e pessoas que têm um imóvel para ofertar. Foi aí que percebemos que grande parte do público universitário está à procura desse tipo de serviço, então decidimos focar nosso negócio”, conta.

Além de Bruno, também fazem parte da Klouro, João Antônio Fernandes (Ciências Econômicas), Daniel Pinheiro (Engenharia de Produção), Ycaro Gonçalves e Thiago Ferreira (Sistemas).

AGITA acelera a ideia

Com a participação no AGITA, a ideia da plataforma ganhou ainda mais corpo. “Dentro do AGITA aprendemos várias ferramentas para a modelagem do nosso negócio, além de segmentação de mercado, de cliente, plano de negócio, canvas, e viagens para o Exchange em Belo Horizonte e imersão de mentores onde trocamos experiências com vários outros startups”, destaca.

Para Deborah Constantino, analista do Sebrae Minas, o AGITA cumpriu seu papel de auxiliar a formação de jovens com mentalidade empreendedora. ”Após três meses de intenso trabalho os envolvidos foram recompensados com esse excelente resultado. É gratificante apoiar ideias que contribuam para a inovação e o desenvolvimento da região”, ressalta.

Futuro

Com a ideia pronta e amadurecida agora é hora de pensar no futuro. Os próximos passos serão desenvolver a plataforma para que ela cresça, e comece a gerar resultados. “Esperamos que em três meses nossa plataforma esteja funcionando. Vamos continuar vendendo, trabalhando e empenhando para que o negócio flua. Nosso objetivo é crescer e expandir para o Brasil inteiro”, enfatiza Bruno Vieira.

 

Assessoria de Imprensa Sebrae Minas

(31)3379-9275/9276

Tags: AGITA, EFG, Jovens Empreendedores