Agronegócio

Produtores de leite de Paracatu participam de missão técnica

Grupo visitou campus experimental da Embrapa em Coronel Pacheco; objetivo é profissionalizar ainda mais a atividade na região

Vinte produtores de leite de Paracatu participaram, na última semana, de uma missão técnica ao campus experimental da Embrapa localizado no município de Coronel Pacheco, próximo a Juiz de Fora – um dos mais renomados centros do país quando o assunto é gado de leite. A viagem integrou as atividades do projeto Educampo Leite, realizado pelo Sebrae Minas em parceria com a Cooperativa Agropecuária do Vale do Paracatu (Coopervap).

O intuito da missão foi utilizar um ambiente experimental para apresentar aos produtores as novas tecnologias adotadas no setor. Durante três dias eles participaram de palestras, dia de campo e mini cursos teóricos e práticos com pesquisadores da Embrapa, abordando temas como economia rural, importação e preço do leite.
O produtor Anir André Correa, que está a cinco anos no projeto Educampo, foi um dos que integraram a missão. “Tivemos a oportunidade de ouvir, discutir e aprender com diversos pesquisadores da Empraba - Gado de Leite, uma instituição reconhecida e respeitada mundialmente. Sou grato aos organizadores e aos técnicos do Sebrae e da Coopervap por nos proporcionar experiências como esta”, destaca.

Para o coordenador do projeto Educampo pela Coopervap, Alysson Sampaio, ações como esta colaboram para a evolução da atividade e aproximam os produtores da profissionalização. “Percebi que em um ano na coordenação do projeto houve uma adequação do perfil dos produtores para se integrar à metodologia do Educampo. Criou-se também uma rede entre eles, que são vistos como uma liderança para difundir o conhecimento aos produtores vizinhos. Hoje estamos com fila de espera de interessados em integrar o projeto”, afirma.

Sobre o Educampo Leite
É um modelo de assistência técnico-gerencial, contínua e intensiva, direcionado a grupos de produtores rurais com a mesma atividade produtiva e vinculados a uma agroindústria. O objetivo do projeto é adotar controles gerenciais aliados à prática de tecnologias de produção, proporcionando lucro e maior conhecimento do negócio ao produtor. Tem como público-alvo micro e pequenos empresários rurais produtores de leite. “Tivemos uma soma de esforços que nos levou a colher bons resultados. A Coopervap acreditou na metodologia do projeto, e os produtores de leite entenderam a importância de profissionalizar a atividade. Acredito que esta semente, plantada em 2014, ainda terá grandes frutos, contribuindo para o desenvolvimento da pecuária leiteira na região”, reforça o consultor do Sebrae Minas, Márcio Souto.

Assessoria de Imprensa Sebrae Minas – (31) 3379.9271/9175/9176/9178

Tags: Empreendedorismo, Micro e Pequenas Empresas