Educação

Professora de Montes Claros vence fase estadual do prêmio “Professores do Brasil”

Prêmio é uma iniciativa do Ministério da Educação; projeto vencedor tem apoio do Sebrae Minas

A professora Sande Polyana Silva Almeida, da Escola Estadual Américo Martins (bairro Jaraguá), de Montes Claros, conquistou o primeiro lugar na fase estadual do Prêmio Professores do Brasil, categoria Ensino Médio, com o projeto “Educação Empreendedora Sonhos e Práticas”. O projeto foi colocado em prática na escola em 2016, com o apoio do Programa de Educação Empreendedora do Sebrae Minas.

O Prêmio Professores do Brasil - 2018 está na 11ª edição. É uma iniciativa do Ministério da Educação que busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas, contribuir para a qualidade da educação básica e melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula. Ao todo, 158 professores foram vencedores e 294 foram escolhidos como destaques na etapa estadual. No dia 11 de outubro, serão anunciados selecionados para a etapa nacional e os selecionados para a premiação especial. Os vencedores nacionais serão conhecidos em 29 de novembro, no Rio de Janeiro.

Sande conta que quando começou a trabalhar na Escola Américo Martins, tinha como objetivo implantar algo diferente que motivasse os alunos e os levasse a ter uma visão de futuro. “Encontrei estudantes com potencial, mas muito desmotivados. Comecei a implantar algumas atividades ligadas ao empreendedorismo e percebi que eles gostaram. No ano seguinte procurei o Sebrae, e juntamente com o diretor da escola e outra professora, fizemos o curso de capacitação empreendedora“, conta.

A partir do projeto “Educação Empreendedora Sonhos e Práticas”, e com a orientação do Sebrae, ao longo de 2017 a escola desenvolveu temas ligados a características empreendedoras por meio de dinâmicas, palestras e vídeos, e finalizou com oficinas em que que os próprios alunos desenvolveram suas ideias. O resultado foi positivo e muitos já as colocam essas ideias em prática. No final deste ano será realizada na escola, a Feira de Educação Empreendedora, momento em que os estudantes mostram o resultado dos trabalhos.

Satisfeita com o resultado, a professora considera que a premiação é uma consequência do trabalho desenvolvido na escola. “Quando focamos na solução as coisas acontecem. Precisamos plantar a semente e fazer com que os alunos descubram e acredite que eles são capazes. O verdadeiro prêmio é a gente perceber que conseguiu despertar e motivar esses jovens cheios de potencial e que só precisam de um estimulo”, ressalta.

Para a analista do Sebrae Minas, Hebbe Mendes, a conquista mostra a importância de o professor defender a ideia e a colocar em prática na escola. “ É um orgulho para o Sebrae saber que contribuímos para o crescimento dos alunos. O empenho do educador é fundamental para que a ideia do empreendedorismo se espalhe e faça a diferença no futuro desses jovens”, enfatiza.

Premiação
Na etapa estadual, Sande receberá certificado e troféu. A próxima etapa é a categoria regional (região sudeste) com divulgação dos vencedores em outubro que terá uma premiação de R$ 7 mil. A etapa seguinte é a nacional. Os vencedores de cada categoria garantem participação em uma viagem para conhecer uma experiência inovadora de Educação Empreendedora, promovida pelo Sebrae e mais R$ 5 mil.

Assessoria de Imprensa Sebrae Minas – (31) 3379.9271/9275/9276/9278

Tags: educação empreendedora