Alimentação

Sebrae Minas apoia Festival Gourmet de Varginha

Evento é uma das ações do Projeto Fortalecimento do Setor de Bares e Restaurantes de Varginha e Região, desenvolvido pelo Sebrae Minas desde 2016

De 20 de abril a 13 de maio, a edição 2018 do Festival Gourmet e Cultural do Sul de Minas movimenta Varginha. Realizado pelo Sindicato Empresarial de Hospedagens e Alimentação de Varginha (Sehav), tendo o Sebrae Minas entre os apoiadores, o evento tem duas ações. A primeira é o Culinária a Céu Aberto, que marca a abertura e terá local no estacionamento do shopping de Varginha, onde 14 restaurantes e lanchonetes venderão pratos a preços populares, até 22 de abril. Já no Concurso Gourmet, nove restaurantes oferecerão, até 13 de maio, opções com descontos e que concorrem ao título de “Sabor que tempera a nossa cidade”.

O Festival é uma das ações do Projeto Fortalecimento do Setor de Bares e Restaurantes de Varginha e Região, desenvolvido pelo Sebrae Minas desde 2016, O objetivo é fomentar melhorias nos empreendimentos, por meio da gestão por indicadores e da inovação do atendimento ao cliente, agregando valor e promovendo a experiência gastronômica para o consumidor final. “Desenvolvemos diversas ações de capacitação aos empresários, que englobam temas relacionados aos setores de marketing, finanças, atendimento ao cliente, vendas, consultorias especializadas com chefs de cozinha, além da implantação de serviços em inovação e tecnologia”, diz o analista do Sebrae Minas em Varginha, Arrison Tavares.

Como explica Arrison, com a correria do dia a dia, muitas pessoas que não têm tempo disponível para preparar sua própria refeição, recorrendo a bares, restaurantes e mesmo aos serviços de marmitas para se alimentarem. Muitos empreendedores têm sido motivados por essa demanda: em 2017, houve aumento do número de Microempreendedores Individuais (MEI) do país com negócios ligados ao segmento alimentício, que passou de 626,4 mil no ano anterior para mais de 735,5 mil. Dos 852,3 mil MEI mineiros, mais de 74 mil eram desse nicho.

“Com tantos empreendedores apostando nesse segmento, há, consequentemente, aumento da concorrência e, assim, é preciso se qualificar para atender bem e fidelizar os clientes. É neste sentido que o Sebrae Minas atua junto aos empreendedores”, diz o analista.

E a iniciativa já gera resultados práticos nos empresários que integram o projeto. “As ações possibilitaram enxergar melhor a rotina da empresa numa visão mais profissional, agregando conhecimento aos colaboradores, reciclando e dando melhores conceitos de como solucionar problemas na empresa. Esse conjunto de atividades nos permitiu ter uma gestão mais eficiente dos processos pessoais e institucionais”, afirma o empresário Augusto Haki.

Aquecimento do setor

De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA), em 2017, a indústria da alimentação cresceu 4,6%, atingindo o faturamento de R$ 642,6 bilhões, registrando crescimento de 9,8% em relação ao ano anterior. A produção de alimentos, que representa 81% da produção na indústria da alimentação, cresceu 4,7%, o que representa uma receita de R$ 520,5 bilhões. Dentro do setor, o ramo de food service foi o que obteve o melhor desempenho, com crescimento de 6,2% e hoje já representa 32,8% das vendas da indústria para o setor de distribuição, tomando a dianteira do crescimento das vendas para canais de refeições fora do lar.

Assessoria de Imprensa Sebrae Minas (31) 3379-9271/ 9275 /9276

 

 

Tags: alimentação