Competitividade

Sebrae Minas lança “Programa Indústria + Avançada”

Parceria com o SENAI-MG vai beneficiar mais de 200 pequenos negócios do estado com soluções digitais para a melhoria da produtividade

Tornar os modelos convencionais de produção industrial mais eficientes, com a ajuda das tecnologias digitais, é o objetivo do Programa Indústria Mais Avançada, que começa a ser implementado pelo Sebrae Minas, a partir de fevereiro. Até 2020, a iniciativa vai beneficiar cerca de 200 indústrias de micro e pequeno porte do estado com soluções tecnológicas que vão permitir otimizar processos, reduzir o desperdício e melhorar a produtividade do segmento.

O Programa Indústria + Avançada faz parte do Programa Brasil + Produtivo, desenvolvido pelo Ministério da Indústria e Comércio (MDIC). Por meio de um convênio com este ministério, o Sebrae Minas vai destinar R$ 2,8 milhões para atendimento a até 221 pequenas indústrias dos segmentos de alimentos e bebidas, metal mecânico, confecção e calçados e móveis no estado de Minas Gerais. O investimento em cada empresa será de R$ 12,8 mil, sendo 70% do valor subsidiado pelo Sebrae Minas.

Ao longo de três meses, esses pequenos negócios vão receber 120 horas de consultorias e treinamentos, promovidos pelo SENAI-MG, que é a entidade executora e desenvolvedora do programa Indústria + Avançada. Com a capacitação, o empresário poderá acompanhar o desempenho de seu parque industrial, por meio de tecnologias que vão permitir a coleta e análise automatizada de dados estratégicos para a tomada de decisões sobre a produção.

Estudo da CNI – Confederação Nacional da Indústria mostra que, para 66% das indústrias brasileiras, o custo de implantação é a principal barreira interna à adoção de tecnologias digitais. “O Sebrae está investindo para que as pequenas indústrias tenham acesso facilitado às tecnologias digitais e possam se inserir no contexto da 4ª Revolução Industrial. Essas tecnologias vão possibilitar que elas se tornem mais conectadas, dinâmicas e competitivas, sintonizadas ao movimento da Indústria 4.0”, explica Márcia Valéria Machado, gerente de Indústria do Sebrae Minas.

Inteligência de dados

A tecnologia de inteligência de dados que será destinada pelo Sebrae às pequenas indústrias mineiras, por meio do Programa Indústria + Avançada, representa uma importante inovação para a maioria das empresas do segmento. Ela é composta de um dispositivo de IoT  (hardware - Internet das Coisas) que será acoplado nas máquinas industriais. Com ele, as empresas poderão monitorar o desempenho das máquinas e equipamentos para que seja possível utilizar esses dados para a melhoria do seu processo produtivo. 

Esse dispositivo de IoT embarcado no equipamento será conectado a uma plataforma de gestão de dados (software), que vai permitir a análise da performance de máquinas e equipamentos, monitorando intermitências, períodos de pico e ociosidade. “O objetivo é coletar, entender e utilizar esses dados e informações das máquinas para um monitoramento em tempo real dos parâmetros de processo, permitindo um maior controle, melhoria contínua, redução de desperdícios e um aumento da produtividade das empresas”, afirma Ricardo Aloysio, gerente de tecnologia e educação para a Indústria do SENAI-MG.

 

Assessoria de Imprensa do Sebrae Minas

(31) 3379-9271/9275/9276/9278